sábado, 12 de abril de 2008

Um dIÁloGo + MaRIa RiTa KEhL


"- Por que que essa menina não me sai da cabeça?
- Tu nunca nem falou com ela. Tu nem conhece. Tu tá se apaixonando por uma imagem."


EsSE fOi pARte dE uM diÁLogO qUE escUtEI sEm qUerER onTeM nUMa dE mINhaS saÍDas. DoIs caRINhas coNversANdO soBRe uMa mEniNA quE uM delES esTavA gOstaNDo, maS nÃo tINHa cHegADo a coNHECe-lÁ. Só tInHA viSto aTRavÉs dE foTOs pELo OrKUt. QUeR diZeR, o cArA sE apAIxOnoU peLA iMagEM dA mEnIna. NUNCa nEM dEu uM - Oi! ISsO é fAtO. TraÇo hUManO dA socIAbiLIDade. Só quERemoS aQUilO qUe pOdeMos veR. Só aDmirAMoS aQuilO quE vEMOs. Aí eU pErGUNto: ISso é dE ceRTo mOdo? NoSSo comPOrTameNTo é aceItÁVel? ALGunS diZEm qUe dEVeMos oLHar a bEleZA inTErioR daS peSsOAs. MaS eSsE tIpo dE geNTe fiCarIA cOM alGuÉm qUe nÃo fosSE aTRaeNtE aoS oLhOs? PoDE sER quE sIm (aFInaL, teM gOStO pRa tuDo). PoDE sER qUe o peLa-sAcO aÍ quE tÁ sE apAIXonaNdO peLa mENinA daS fOtoS dO ORkuT tEnhA aLguNs dOS meSMos iNTeresSeS qUe elA - cOiSA qUE podEmOS cONsTataR aTRavÉs dAs comUNIdadeS reLAcioNAdas. ELe acABOu soLTandO qUe eSSa "meNInA dOs seUs sONhos" erA amIGa dE umA gOrdINha coNHeciDA dEle. QueR dIZer, o caRa jÁ tÁ jULgAnDo peLa aParÊNciA aGorA.

PoR maIS qUe o cARa teNhA enCOntrADo o aMor eM uMA pESsoA - qUe nãO cONhecE -, eLe coM ceRteZA eStÁ juLGandO pelA aPArêNcia. UMa apaRÊnciA quE pAra elE é o iDEaL nUMa pEsSOa. UmA aparÊNCia quE lHe foI tRANsmItiDA atRAvéS dE sUA tRIbo e/ oU atrAVés dE aLGuM meIo dE cOMunIcAÇão. MaS seRá qUe oS gosTOs daS trIBos nÃo jÁ veÊM pRé-fABriCaDOs pElas mÍdiaS? NÃo seI. Só sEi qUE o vaCIlão tÁ sE aPaiXONandO (sE é qUe jÁ nãO sE apAIxoNou) poR uMA imaGeM. UmA iMAgeM jÁ coNStruÍDa pElo meIO - o wEbsITe. A iMAgeM. PrInciPAL prODutO dE veNDa dOS mEios miDIÁticOs foRmaDORes dE oPNiÃo (TV, ciNEMa, rEviSTa eTc). As CuLTuraS dE MaSSas pROcurAm inDUziR o pÚBlicO a deteRMinAdOS gOsTOs e qUais maiS eLeS sE asSeMElhaM. GaRantO quE mUItos nÃO teRiAM coRAgeM dE iR eM uM pROgrAMa dE naMorO nA TV coM o rEAl inTuiTO dE eNContRaR o aMor; a aLma gÊmeA àS ceGAs. POr quÊ? POrQue sOMos coNSumIDorES dA imAgeM. SOmOs eSCraVos dO vISuaL. QuALqueR quE sEJa eLE. NÃo imPORta o eStiLO. QUereMOs estAR bONitos, lINdOs e imPECáveIS. MAs nãO o faZemOs pARa oS nOsSoS oLhos. FAzeMOs iSsO paRa oS olHoS dO aLhEIo. PoRQue, nO fuNDo, quERemoS sEr dEseJOs. No fuNDo, quEremOS sER o dEsEJO dE iMAgeM.

VejAMoS o quE a pSIcaNalISTa MaRIa RIta KehL, dOUtorA eM psICanálisE peLO DePARtaMenTO dE PsIColOgia ClÍNicA dA PUC dE SÃo PaULo, coMEnta eM uM ensAIO seU puBLicadO nO liVRo-cOletÂNea dE arTigOS Muito Além do Espetáculo:

"As propriedades do fetiche retornam dos objetos, investidas sobre os corpos de alguns humanos – ou melhor, para as imagens de alguns corpos humanos Os operários desse esquecimento são os ídolos de massa: suas imagens são mercadorias dotadas do máximo valor de fetiche. O trabalho dos ídolos de massa trabalho consiste em viver uma vida glamurosa (tão empobrecida quanto a de todos nós) e oferecer seu mais-valor de humanidade para nosso consumo em forma de imagem."

2 comentários:

Déo Neguinho Atento disse...

Aí lendinha... pode abrir o jogo aqui...falando sério mesmo... esse cara que se apaixonou pela imagem da mina no orkut é você né?!?!
Pode falar... custa nada...não vou falar pra ninguém não...

uhauhauahuahauhauaauhauhuahauhaua..

fabíola está te aguardaaaaaaando brother.... numa página do orkut!!!

A Lenda disse...

HuahUAhuAhuAHuAhUha...
De vErA, lENdinHa,
nÉ eU nÃO.

HuahUAHuAhUahUaHuaHa...

QuE vaCIiiIiIIIiiiIIilO!!!