domingo, 8 de junho de 2008

Ozafíro Oteu

por A Lenda

Das profundeza do Ceará,
onde o cinza ainda não comeu,
Pai-judeu veio proclamar
teu nome, Ozafíro Oteu.

Ozafíro Oteu.

Diga de onde tu vai chegar.
Qual foi o caminho que tu se perdeu?
A estrada é longa pra se voltar.
Vá logo agora que o Sol nasceu.

Ozafíro Oteu.

Sente o quente. Mió cala.
A vida é dura pro teu povo hebreu.
“Daqui pra frente tudo vai mudar”.
Já disse antes, fí de Hermanoteu.

Ozafíro Oteu.

Nada de chuva em Quixadá.
Vamu sinbora que o gado morreu.
A fome é grande. Não pode esperar.
A cidade dá o que Deus não deu.

Ozafíro Oteu.

E nas calçada sempre a beirar.
Povo judia que virou judeu.
Virou judeu de tanto se judiar.
Cearéia vira Filisteu.

Ozafíro Oteu.

Um comentário:

Déo "Neguinho Atento" disse...

Ozafiro Oteu ... hahahaha... cara, já te falei. a musica precisa de pelo menos mais uma estrofe de contextualização, nem que seja uma contextualização bem humorada, afinal, ozafiro oteu rima com hebreu. junte isso no universo ´de realismo fantástico e mistico que a musica traz e
contextualizai-vos...

porra ozafiro...

- agenor