quinta-feira, 22 de maio de 2008

Nenem-Guerreiro

por A Lenda

Nenem...
Nenem-Guerreiro.
Nenem...
Nenem...
Nenem...

Já foi auxiliar de pedreiro.
Já foi pedreiro.
E todo dia levanta com a Maria
pra ganhar dinheiro

Nenem-Guerreiro.

Nenem...
Nenem-Guerreiro.
Nenem...
Nenem...
Nenem...

Já se arriscou de caminhoneiro.
Já foi porteiro.
Em Sampa, já foi cantar em banda
pra ganhar dinheiro.

Nenem-Guerreiro.

Nenem...
Nenem-Guerreiro.
Nenem...
Nenem...
Nenem...

Ele queria ser engenheiro
ou outro banqueiro.
Mas a necessidade fez Nenem ir pra cidade
pra ganhar dinheiro.

Nenem-Guerreiro.

Nenem...
Nenem-Guerreiro.
Nenem...
Nenem...
Nenem...

E hoje...
Hoje Nenem colhe os louros
do trabalho árduo.
Trabalho duro e trabalho árduo
pra garantir que a vida dos futuros
seja diferente da dos passados.

E hoje...
Hoje sua nega vem lhe dar um cheiro.
Nenem...
Nenem-Guerreiro.

Um comentário:

Déo "Neguinho Atento" disse...

porra, mané... essa letra ta du caralho! já que a lenda não canta, eu vou lançá-la no meu album de estréia "dissidentes da fm". Neném Guerreiro... gostei memu.
Falô